Seshat - Biblioteca de TCC's, Teses e Dissertações

Pesquisa


Atividade osteoprotetora do extrato de tribulus terrestris em modelo experimental de osteoporose

Mestrado em Profissional em Plantas Medicinais e Fitoterápicos na Atenção Básica
Autor: Marcia Alessandra Arantes Marques
Orientador: Emerson Luiz Botelho Lourenço
Defendido em: 19/12/2017

Resumo

A osteoporose é uma doença óssea sistêmica caracterizada pelo comprometimento da resistência óssea predispondo ao maior risco de fraturas. Apesar das várias etiologias para a osteoporose sem dúvida a mais importante é o envelhecimento da população e o hipogonadismo. Assim, as mulheres após os 50 anos de idade estão mais predispostas à doença e suas complicações diretas (fraturas vertebrais, colo de fêmur e as do antebraço) e as indiretas (pneumonia, infecções, sequelas motoras, restrição a cadeiras de rodas, óbitos). As medicações alopáticas atualmente utilizadas para esse tratamento não são isentas de riscos e, portanto, seu uso em longo prazo torna-se pouco aconselhado. Entre estes riscos estão o aumento na incidência de tromboses, câncer de mama, ovário ou endométrio, lesões musculares, entre outras. Desta forma, a fitoterapia tem mostrado ser uma alternativa viável para o tratamento da osteoporose reduzindo estes riscos. Através do estudo experimental com ratas fêmeas submetidas à ovariectomia e tratadas com o extrato de Tribulus terrestris (3; 30; 300 mg/kg/dia) por via oral durante 28 dias foram avaliados: densidade mineral óssea(DMO) medida através de Absorciometria de Raios-X de dupla energia (DXA), análises hormonais séricas (testosterona, dehidroepiandrosterona, estradiol) e a função renal medida por diurese aguda seguido da avaliação da histologia óssea. As análises após os tratamentos mostraram níveis séricos de estradiol e testosterona, nos grupos ovariectomizados, foram significativamente menores do que no grupo SHAM (falso ovarectomizados). Os níveis de DHEA mostraram um aumento nos grupos TT30 e TT300. O grupo TT300 teve aumento significativo quando comparado com os grupos controle e o TT3, mas não quando comparados com o SHAM. Quando comparados os ganhos de DMO entre os grupos, foi observado um aumento significativo nos grupos TT30 e TT300, mas sem diferenças quando comparados entre si. Em relação à excreção urinária de cálcio, os grupos TT tiveram uma menor excreção quando comparado ao grupo furosemida. Desta forma, o extrato de Tribulus terrestris promoveu efeito ósseo-protetor, aumentando a densidade mineral óssea sendo que esse efeito pode ser atribuído em parte ao aumento dos níveis séricos de dehidroepiandrosterona associado a menor excreção urinária de cálcio com preservação da matriz óssea.

Palavras-chave

ovariectomia, menopausa, fitoterapia


Abstract

Osteoporosis is a systemic bone disease characterized by impaired bone strength predisposing to an increased risk of fractures. Despite the various aetiologies for osteoporosis undoubtedly, more important is the aging of the population and hypogonadism. As well as disease trends and their direct complications (vertebral fractures, femoral neck and as the forearm) and as indirect (pneumonia, infections, motor sequelae, wheelchair restraint, death). As allopathic medications available for this treatment are not risk free and therefore their use in long term is not well advised. Among these risks are the increase in the incidence of thrombosis, breast, ovarian or endometrial cancer, muscle injuries, among others. In this way, herbal medicine has an alternative solution for the treatment of osteoporosis, reducing these risks. Through the experimental study with female rats submitted to ovariectomy and treated with Tribulus terrestris extract (3; 30; 300 mg / kg / day) orally for 28 days were: bone mineral density measured by X-ray Absorptiometry (DXA), serum hormone analyzes (testosterone, dehydroepiandrosterone, estradiol), and acute renal function measured daily, followed by evaluation of bone histology. The post-treatment analyzes showed serum levels of estradiol and testosterone in the ovariectomized groups were significantly lower than in the SHAM group (false ovarectomized). DHEA levels showed an increase in the TT30 and TT300 groups. The TT300 group had a significant increase when compared to the control and TT3 groups, but not when compared to SHAM. When comparing the BMD gains between groups, a significant increase was observed in the TT30 and TT300 groups, but without differences when compared to each other. In relation to urinary calcium excretion, the TT groups had a lower excretion when compared to the furosemide group. Thus, the extract of Tribulus terrestris promoted a bone-protective effect, increasing bone mineral density and this effect can be attributed in part to the increase in serum levels of dehydroepiandrosterone associated with less urinary calcium excretion with preservation of the bone matrix.

Keywords

ovariectomy, menopause, phytotherapy

Créditos

Menu